GRATIDÃO x AMBIÇÃO

  • 28/01/2016
  • Liberdade Emocional
  • 1 Comments

Talvez você não saiba, mas o principal motor da felicidade humana são as metas. Se uma pessoa não tem vontade de alcançar alguma coisa além, ela se encontra desmotivada e a vida perde o sentido para ela.

 

É importante salientar: a felicidade não está no dia em que você comprar aquele carro dos sonhos, no dia que se mudar para a casa nova, no dia do seu casamento ou quando for promovido no trabalho. Esses são momentos de profunda alegria. Mas depois que passa a euforia, quando o cheirinho de novo já foi embora e você se acostuma com a nova realidade, você volta a sentir falta de alguma coisa para encontrar graça em viver.

 

Manter o sentimento de gratidão e saber apreciar tudo aquilo que já temos e nos tornamos é, sem dúvida, um fator também determinante para viver em harmonia. Mas aí surge um dilema: Afinal, devemos aceitar e amar a realidade ou manter a busca incessante por novos objetivos? Talvez você não goste da resposta, mas como tudo na vida, o segredo está no equilíbrio. Inclusive, acredito que o desafio de encontrar esse ponto médio seja maior do que conquistar qualquer uma de nossas metas.

 

Um dia, na última sessão de Coaching de um de meus clientes, ele me disse: “Eu diminuí a minha expectativa de ganhar muito dinheiro, e aumentei a minha capacidade de ganhar muito dinheiro”. Perfeito! Ele resumiu tudo! Isso vale não apenas para dinheiro, mas pra tudo que você considera importante.

 

É preciso saber onde se quer chegar, mas não depender dessa chegada para estar em paz. Por isso a confiança no fluxo perfeito da vida é tão importante. Se não foi como você planejava, não significa que seja um fracasso seu, mas sim que uma força maior está lhe direcionando para o rumo certo. Lembre-se: Perder-se também é caminho! E às vezes precisamos passar duas ou mais vezes pela mesma estrada para encontrar o que desejamos.

 

Esses dias eu li uma frase que me inspirou e marcou: “Levante-se todos os dias com o objetivo de receber 5 ´nãos´”. A princípio a gente pensa: “Nossa, será que quero quebrar a cara tanto assim todos os dias?” Depois percebi como isso me impulsionou a ser mais ousada, me expor, tentar, tentar de novo e não ter medo de errar. Desde então errei muito mais, com certeza. Mas também o número de “sim” que recebi fez tudo valer a pena. E mesmo quando a quantidade de “sim” decepciona, eu penso: “Estou aprendendo! Eu me amo e me permito errar! Não tenho a obrigação de vencer, mas sim de viver” (Leia aqui a matéria “Vencer ou Viver?”)

 

Enfim, se você quer mesmo alcançar seus sonhos, sejam eles quais forem, existem infinitas dicas e técnicas por aí. Muitas delas eu utilizo pra mim e pros meus clientes, e com certeza elas fazem muita diferença e otimizam todo o nosso esforço. Mas eu quero confessar a você que nenhum Road Map ou Plano de Ação vai fazer efeito real enquanto você não aceitar tudo aquilo que é, e tudo aquilo que pode vir a ser.

 

Pode parecer irrelevante e até bobo (aquele tipo de informação que a gente passa batido porque acha que já sabe), mas existem apenas duas chaves pra você alcançar a vida que deseja: aceitação e amor.

 

Eu explico: A aceitação tem a ver com confiança. É ter a certeza de que o universo segue um ritmo perfeito, por isso você jamais vai ficar indignado quando algo não sair como o planejado. Você vai encontrar disposição para recomeçar e mudar. Você também vai ter a convicção de que nesse momento você tem absolutamente tudo de que precisa. Aceitar é colocar-se num estado de receptividade, pronto e aberto pras infinitas possibilidades do universo.

 

Já o amor, tem impacto direto sobre suas conquistas, pois só quem se ama se permite. Quando você também ama os seus sonhos, você se coloca em um estado de ação incondicional. E quando você ama a realidade e a enxerga maravilhosa do jeito que é, está cultivando um terreno fértil para ainda mais maravilhas.

 

Se você tomar posse dessas duas chaves – amor e aceitação – irá saborear não só a vitória mas também a derrota, não só o riso, mas também o choro, porque vai descobrir que isso é estar vivendo.

  • Youtube
1 Comments
Belo texto!
Vinícius

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *